Há alguns posts atrás prometi postar sobre minhas aventuras ao cozinhar. Fiz um curso de culinária para iniciantes durante três terças-feiras na Kasa Chic – para ver se eu cozinho para mim quando estiver no intercambio – e resolvi colocar tudo que aprendi em prática em casa. Nem tudo deu certo, mas minha família e meu namorado tiveram que aguentar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dia 1 – Arroz, feijão, legumes e bife ao molho barbecue

Arroz e bife eu já tinha feito, a novidade era cozinhar o feijão, mas não há nenhum mistério nisso. A única coisa que não deu certo foi o bife porque eu inventei de fazer um molho barbecue, mas não sei por que, ele acabou ficando doce.  Aí todo o tempero da carne já era, ficou doce (não demais), mas ficou. Mas o resto ficou bom e foi elogiado pela família e namorado.

Dia 2 – Estrogonofe de frango

A maior dificuldade foi flambar! Mas consegui, usando uma frigideira enorme e conhaque de gengibre. Eu e o resto da família achamos uma delícia, só meu namorado que não gostou porque disse que estava diferente de todos os outros estrogonofes que ele já tinha comido e porque tinha champion (e ele odeia).

Dia 3 – Frango assado, arroz e batata dourada

Temperei o frango por umas três horas em vinho, pimenta, alho e ervas. A batata foi cozida com casca e depois dourada na manteiga na panela e depois acrescida de queijo. Devo dizer que adorei, todos gostaram muito (nota 10 de todos e 9 da minha mãe), mas meu namorado não estava nesse dia para avaliar.

Dia 4 – Macarrão ao sugo e ao pesto

Esse foi o pior dia. Estávamos em casa apenas eu, meu namorado e meu irmão e nenhum de nós gostou do que comeu. O molho ao sugo caseiro, pra começar, não ficou muito bom porque os tomates não estavam madurinhos (e, logo, não ficou muito vermelho) e eu não tive habilidade nem paciência para cortá-los bem pequenininhos. O sabor não ficou ruim, apesar dos pedaços de tomate meio grandes. Já o molho pesto foi um desastre total. Ele é feito de nozes, manjericão, parmesão, azeite, alho, pimenta e sal, tudo batido no liquidificador. Acontece que eu fiz uma quantidade muito grande e, em vez de guardar para usar depois, coloquei tudo no macarrão, então ficou muito forte, enfim, horrível.

Dia 5 – Peixe assado, purê de batata e chuchu gratinado

O purê e o chuchu ficaram bons, o peixe, mais ou menos. Mais ou menos porque alguns pedaços ficaram bons e outros não. O tempero não penetrou muito e eu já não sou tão fa de peixe assim. Recebi uma pontuação por volta de 8 das pessoas aqui de casa.

Dia 6 – Moqueca de peixe, arroz, purê de mandioca e couve flor aos quatro queijos

Não tirei foto, mas o peixe ficou muito bom. Como disse meu pai, “muito melhor que muitas moquecas que comemos na praia”. O bom é que o peixe não ficou aquela coisa mole, manteve sua consistência. Mas o purê de mandioca (grudento demais) não ficou bom e nem a couve flor (cozida demais).

Dia 7 – Mousse de chocolate

Também não tirei foto, mas meu irmão, que ama mousse de chocolate gostou.

Anúncios

»

  1. mischams disse:

    Tá de parabéns. 😀

  2. Elcione disse:

    Adorei… saiba que o melhor tempero é fazer tudo com amor, com carinho ! dia a dia vc verá que é muito fácil.. não importa para qtos vc cozinhar p/ dez ou somente para vc.. ou… se é um banquete, ou somente um arroz.. faça com amor e agradeça á DEUS bjos.. Elcione

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s