Sempre vivi em Brasília e fui feliz, mas estou em busca de novas experiências e lugares. É por isso que corri atrás de um intercâmbio e vou estudar um semestre numa universidade alemã, a partir de outubro. Muito bom, mas ao mesmo tempo aterrorizante para alguém (admito) mimada, que nunca morou sozinha, que não sabe cozinhar, passar e nem lavar roupa, que nunca saiu do Brasil e que não fala alemão.

O lema dos meus pais sempre foi “por que viajar para o exterior se eu não conheço meu país todo? Enquanto houver lugares do Brasil pra conhecer, ficamos aqui”. Quando viajamos nas férias é para algum lugar com praia brasileira. Protecionistas, protelaram ao máximo até para que eu concorresse a uma vaga de intercâmbio, e, mesmo que fosse só para tentar, eu precisava do aval deles. Conversar foi impossível, só me “ouviram” quando enviei um email para eles explicando todas as razões para fazer intercâmbio e, aí sim, concordaram.

Jamais pensei em ir para Alemanha. A verdade é que eu não sabia nada sobre esse país, além do básico: país da Europa, que fala alemão, de onde veio Hitler. Eu sabia algumas coisas mais que isso, porém muito pouco. Eu nem sabia que existia a cidade de Giessen (que é para onde vou), por exemplo. Meu plano era ir pro Canadá (de preferência com meu namorado, que também estuda na UnB, indo junto) para aperfeiçoar meu inglês, mas isso foi pelo ralo.

A Assessoria de Assuntos Internacionais da Universidade de Brasília (onde eu estudo), com sua grande “competência”, perdeu o prazo de inscrição de muitas universidades de língua inglesa, incluindo todas as do Canadá. O que isso significa? Das 10 universidades disponíveis, sobraram cinco, e dos 79 estudantes aprovados, apenas 20 foram convocados. Meu namorado mesmo, que tinha sido aprovado, não foi chamado. Minha amiga Marília também não foi e acabou optando para ir para uma universidade portuguesa. Eu fui a oitava colocada do resultado geral e a primeira do meu curso e a única opção que me sobrou foi essa, a Justus-Liebig Giessen. Aí era pegar ou largar, conversei com a minha mãe e acabei decidindo por aproveitar essa chance.

As aulas na universidade serão em inglês, mas o idioma do país não é esse. Algo negativo, com um aspecto positivo: a oportunidade de aprender mais uma língua. Agora pesquiso tudo que posso sobre a cultura alemã, entrei num curso intensivo da língua, e meu professor (o Volker) é um autêntico alemão que me passa muitas informações úteis.

Já faz tempo que sinto falta de um espaço para fazer registros sobre meu curso, minha profissão, e, agora, sobre essa grande viagem. Agora vou usar o WordPress pra isso. Sou aprendiz de jornalista, coloquei nas páginas um pouco da minha produção e do que aprendi nessa carreira até aqui.  Tem coisa ruim, afinal, estou aprendendo. Dá uma olhada nas páginas, no meu perfil e acompanhe o blog.

Guten tag! 

Anúncios

»

  1. Carolina disse:

    Opa, tinha esquecido de colocar meu nome, é Carolina! Só vi a resposta hj, mas acabei fazendo a inscrição em inglês mesmo, pra tentar Alemanha. Essa Universidade de Giessen abriu algumas vagas também, mas não para o meu curso (Eng elétrica). Na verdade, pra países com idioma inglês essa seria a minha única opção, daí se eu não conseguir a vaga lá, eu tento Portugal, q tem mais opções e mais vagas…
    Se der certo, vou tentar aprender o básico de alemão então!
    Obrigada pelas dicas!

  2. Anônimo disse:

    Olá Ana Paula,
    Parabéns pelo blog, suas informações estão sendo muito úteis para mim! Eu estudo na Unb e estou pensando em me candidatar para um intercâmbio na Alemanha, agora no 2º/2012. Na verdade, considero 2 possibilidades: Portugal ou Alemanha, mas a questão da língua está me fazendo refletir. Por um lado gostaria de praticar o inglês e em Portugal não sei se isso aconteceria…Por outro, não sei uma palavra em alemão, e apesar do idioma que eles pedem ser o inglês, tenho medo de ter muitas dificuldades por conta disso na Alemanha. A universidade lá seria em Ilmenau, você conhece lá ou já ouviu falar? Ainda estou apreensiva e muito indecisa, embora muitos me digam que dá pra se virar no inglês e que a maioria das pessoas também falam inglês lá (aí), Você acha isso também, ou seria muito difícil sem saber nada de alemão? Achei bem interessante também esse curso que você fez de alemão, individual e intensivo…Onde você fez, ou era professor particular mesmo? Caso os meus planos se concretizassem, acho que seria bem útil fazer algo assim…
    Se puder me ajudar, agradeço muito =)

    • Muito obrigada! Olha, tenho uma grande amiga que fez o intercâmbio em Portugal (Braga – Universidade do Minho) enquanto eu fiz na Alemanha. Ela adorou e conseguiu praticar inglês com a colega de quarto turca que não falava português. Mesmo tendo gostado tanto, ela mesma avalia que teria sido melhor ir para um lugar com uma língua diferente (mesmo que ela não soubesse nada do idioma) como oportunidade de conhecer. Eu também avalio que vale muito à pena vir para a Alemanha. Adorei visitar Portugal e tudo mais, mas aprender um novo idioma no país que fala a língua é muito mais rápido e fácil do que você possa pensar. Chegando na Alemanha, tendo um pouco de conhecimento de alemão, você vai pegando as poucos. E sobre inglês, usei muito, mas muito mesmo: as aulas eram em inglês e falava com muitos estrangeiros nessa língua. Mas depois de estar lá, tudo que eu queria era praticar o alemão e aproveitar essa oportunidade que a vida me deu. Você não vai sofrer com a língua se souber um pouco (faça um intensivo antes de ir).

      Eu já ouvi falar dessa cidade Ilmenau, mas nunca fui lá, mas sei que o sistema de ensino da Alemanha é muito bom e Universidade de Giessen era muito boa, então imagino que essa aí também deve ser.

      O curso intensivo eu fiz na Exchange – http://www.exchangeidiomas.com.br. Não foi muito barato, porque aula particular é sempre mais cara né. Mas se tiver uma turma, fica mais barato para você.

      Não a/o conheço, nem sei seu nome, mas lhe desejo toda sorte desse mundo! Qualquer dúvida que tiver, pode entrar em contato que esotu disposta a ajudar. Abraço.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s